Últimas notícias

Cartão de Crédito é Entregue Com Um Palavrão ao Invés do Sobrenome do Cliente!



Uma cliente fez uma solicitação de um novo cartão pelo aplicativo e ficou sem chão quando teve a infeliz surpresa ao receber o seu cartão na sua residência. Segundo a cliente ao abrir o envelope se deparou com tamanha situação.

O cartão do banco C6 foi entregue com a palavra “vagabunda” escrita nele no lugar onde deveria constar o sobrenome da cliente, então a cliente resolveu pedir uma pediu indenização.

Segundo o advogado da vítima, ela fez a solicitação do cartão na semana passada, mas a cliente se surpreendeu ao receber o cartão do banco C6 desta forma. Esse caso aconteceu no Mato Grosso do Sul e a mulher de 29 anos, teve o seu sobrenome alterado para “vagabunda”.

O advogado da cliente o dr. Ederson Lourenço em entrevista ao portal da UOL informou que deu entrada em uma ação judicial por "danos morais" e também pediu uma indenização de R$ 50 mil.

A cliente solicitou o cartão na semana passada, diz ter colocado o seu no real no campo apelido e quando chegou o cartão se deparou com tal situação constrangedora, segundo o advogado de uma vítima ela prefere não ser identificada. Então devido à situação resolveu abrir uma ação por causa dessas circunstâncias embaraçosas.

Segundo o advogado, a cliente fez a abertura do envelope do cartão de crédito do C6 na frente de amigos e vizinhos e a mulher ficou “muito constrangida”. O advogado explica que apesar do banco disponibilizar a opção de colocar um apelido, mesmo assim a cliente não colocou esse palavrão.

A cliente na hora que se deparou com tamanha situação imediatamente entrou em contato com o seu advogado, Lourenço disse que no mesmo instante em que a cliente telefonou para ele, em seguida ele já enviou uma foto do Cartão C6 Bank para poder provar o ocorrido.

Dr. Lourenço a indagou se ela havia tido alguma discussão com atendente ou coisa parecida, mas ela falou que tinha feito a solicitação por meio do aplicativo. E que apesar de lá no app não constar nenhuma alteração, ainda assim veio desta forma com esse palavrão de vagabunda.

O que diz a instituição?

Em nota ao site do UOL, o banco C6 disse ter verificado os logs de acesso do aplicativo. E que todo processo foi feito por meio de senha autenticada e sem nenhuma interferência de atendimento teórico no processo. O banco disse ainda que os clientes podem reemitir o cartão sem nenhum custo á mais.

Conforme o banco afirma quê de acordo com "o disposto na Lei Complementar nº 105/2001, não podemos fornecer a terceiros informações sobre transações ativa e passiva dos serviços bancários em violação às disposições de sigilo bancário".

A instituição afirmou que todas as informações só podem ser fornecidas exclusivamente aos consumidores ou de forma autorizada pelas leis acima mencionadas. Por fim, o C6 Bank oferece aos clientes o serviço de resolver dúvidas, problemas e também fazer investigações sobre casos como esse do ocorrido.

Enfim, você gostou deste artigo?

Portanto, Inscreva-se no canal do YouTube e em nossas redes sociais (como TwitterInstagram). Portanto, você estará atento a todos os assuntos relacionados ao banco digital, cartões de crédito, empréstimos, tecnologia financeira.

Sem comentários

Muito obrigado por deixar sua opinião ela e muito importante.