Últimas notícias

Fintech Guru capta R$ 12 milhões após a rodada de captação


Após uma rodada de financiamento de famílias ricas, o Guru recebeu uma doação de 12 milhões. O investimento foi liderado pelo multifamiliar Torino MFO.

A fintech vai aumentar o número de contas, hoje são 500 contas abertas, e chegará a 25 mil até o final do ano.

Conforme explica Felipe Catão, fundador da fintech, o objetivo do Guru é atrair o público jovem por meio de um aplicativo simples e rápido, como se a pessoa pedisse entrega. Para ele, grande parte desse público já investiu em ativos de maior risco, mas a plataforma existente não consegue atender às suas necessidades.

A Guru nasceu em 2019 e iniciou suas atividades coletando informações e novidades sobre o mercado. Em seguida, passou a fornecer serviços de agregação de investimentos. Ou seja, o Guru concentra o investimento do cliente em um portfólio digital.

Guru tem 350.000 clientes. Catão explica: “Partimos da parte não regulamentada, além do agregador de portfólio dos ativos negociados em bolsa, há também dados, cotações, gráficos, notícias, indicadores em tempo real.

BC para tornar-se um corretor é uma jornada que leva tempo. Por isso, a Guru passou a firmar parceria com a corretora Ideal. Dessa forma, busca oferecer a seus clientes oportunidades de compra de ativos como ações, fundos imobiliários e ETFs.

O Guru já possui os documentos necessários e irá se inscrever para se tornar um corretor dentro de três meses. Segundo ele, esse processo pode levar de um ano a um ano e meio.

Enfim, você gostou deste artigo? 

Portanto, Inscrva-se no canal do YouTube e em nossas redes sociais (como TwitterInstagram, e Telegram). Portanto, você estará atento a todos os assuntos relacionados ao banco digital, cartões de crédito, empréstimos, tecnologia financeira.

Sem comentários

Muito obrigado por deixar sua opinião ela e muito importante.