Últimas notícias

Brasileiros encontram mais facilidades com câmbio na Argentina.


Brasileiros encontram mais facilidades com câmbio na Argentina.

Tendo a oportunidade de ter mais facilidades no câmbio através do Pix é que brasileiros estão usando o Western Union para viver com um pouco mais de tranquilidade financeira na Argentina.

Argentina incentiva turistas estrangeiros a liquidar dólares americanos a preços próximos aos cotados em mercados paralelos no mercado formal do país.

O Western Union passou a oferecer seus serviços de transferência de dinheiro á proximadamente há 150 anos, desde 1871, e assim passou a ser a maior na globalização, especificamente em países com grande número de imigrantes recebendo transferências de dinheiro. Ou enviar dinheiro para parentes que moram no exterior.

No Brasil a empresa anda com mais cautela por não ser muito conhecida. Mas já nos EUA e México ela é a maior no ramo.

Há cerca de 15 anos a empresa vem atuando na Argentina, e por lá também é muito forte, mas por outro motivo, como explicou o presidente da Western Union Brasil, Ricardo Amaral, a Western Union adquiriu a Pago Fácil, uma conhecida empresa de serviços de pagamento.

A empresa norte-americana possui poucas unidades no Brasil – cerca de 10 em São Paulo, por exemplo  já nos países vizinhos situação é bem diferente, onde a empresa possui 5.000 pontos de atendimento, que vão de grandes lojas a quiosques e balcão de supermercado.

Na Argentina a empresa lida com transferências de dinheiro e pagamentos de contas, um processo que a empresa herdou do Pago Fácil. Enquanto no Brasil o câmbio é o principal serviço da Western Union.

Os brasileiros descobriram recentemente que a empresa pode trocar moedas na Argentina, graças à possibilidade de pagamento via Pix e ao fato de as empresas americanas oferecerem aos viajantes taxas de câmbio favoráveis.

Benefícios

Diferente do que acontece no Brasil e também na maioria dos países internacionais, o valor do peso se comparado á outras moedas, poderá ter uma variação muito maior nos países vizinhos. As trocas argentinas vão muito além do paralelo oficial e do turismo.

Amaral explicou que, no caso da Western Union, a taxa de câmbio utilizada é o chamado blue chip swap, destinado a operações correntes na Argentina, ou seja, reflete o valor real do dólar no dia da troca. Números definidos, não números determinados pelo governo que aparecem em trocas oficiais.

É por esse motivo que enquanto 1 BRL vale cerca de 24 pesos na taxa de câmbio do governo, com o Western Union é pago cerca de 56 pesos por 1 BRL no início desta semana.

Reforçado com Pix

A possibilidade de realizar as operações pelo aplicativo através do Pix fez aumentar a procura do uso do serviço pelos brasileiros, segundo o presidente da Western Union Brasil, que não quis falar de números, mas disse que foi um aumento de operações orgânico e considerável.

Segundo ele, o dinheiro pode ser usado em poucos minutos no sistema Western Union quando as transferências são feitas através do sistema de transferência, o serviço está disponível em 200 países e o Pix pode ser feito e depois trocado localmente pela Moeda albanesa diz Amaral.

Para efetuar os pagamentos, explicou o executivo, a empresa utiliza dois dados: o nome completo do destinatário e um número de transferência internacional que é criado pelo sistema da empresa. Lembrando que é preciso escrever o nome completo.

Recompensas para turistas

Novas formas foram tomadas pela Argentina para poder ajudar os estrangeiros a liquidar seus dólares no mercado formal do país a taxas próximas às cotadas no mercado paralelo. A inconstância da economia do país fez com que o câmbio do peso batesse recordes antes nunca vistos.

Sendo assim, os estrangeiros receberão ofertas especiais no valor de até US$ 5.000 por mês ou equivalente em outras moedas. O Banco Central da República Argentina disse que as empresas responsáveis ​​pelas operações cambiais vão poder fazer a identificação dos turistas não residentes através da documentação.

Há poucas semanas, o país introduziu uma medida para cobrar impostos sobre operações em moeda estrangeira nos chamados dólares turísticos. A cotação a ser usada nesses casos é conhecida localmente como MEP USD. O governo argentino estima que os turistas gastem US$ 1,4 bilhão no país até o final de 2022.

Enfim, você gostou deste artigo?

Portanto, Inscreva-se no canal do YouTube e em nossas redes sociais (como TwitterInstagram). Portanto, você estará atento a todos os assuntos relacionados ao banco digital, cartões de crédito, empréstimos, tecnologia financeira. 

Sem comentários

Muito obrigado por deixar sua opinião ela e muito importante.