Últimas notícias

Bradesco é criticado por demissões na pandemia nas redes sociais.


Bradesco se tornou alvo de críticas nas redes sociais por demissões durante a pandemia, especialmente no Twitter. Além disso, de acordo com informações divulgadas pelo Sindicato dos Trabalhadores no Banco de São Paulo, a receita do banco ultrapassou R $ 6 bilhões no primeiro bimestre de 2021.

Os dados do sindicato aumentaram 73,6% em relação ao mesmo período de 2020. “Mesmo com excelentes resultados, o Bradesco fechou 8.547 vagas em 12 meses e encerrou 888 vagas neste trimestre”, informa o post. Portanto, para saber mais sobre o impacto da rede, continue lendo!


Após a postagem do grupo, a hashtag #QueVergonhaBradesco se tornou um dos principais tópicos do Twitter, com mais de 7.100 publicações direcionadas ao banco. No entanto, não é a primeira vez que o banco é criticado. Em 17 de novembro de 2020, a mesma hashtag passou a ser um dos principais tópicos do dia.

O Bradesco não se localizou em sua conta no Twitter. Em matéria sobre o assunto publicada no portal Poder360, o banco não discutiu o caso quando contatado.

Além da demissão, a crítica do usuário também é considerada alvo de abusos que os colaboradores vão apresentar no Bradesco. Além disso, a maioria dos tweets queixou-se das demissões sofridas pelos bancários, mesmo na realidade de os bancos terem sido lucrativos desde o início da pandemia. Atualmente, o Brasil tem 14,8 milhões de desempregados.




Enfim, você gostou deste artigo? 

Portanto, Inscrva-se no canal do YouTube e em nossas redes sociais (como TwitterInstagram, e Telegram). Portanto, você estará atento a todos os assuntos relacionados ao banco digital, cartões de crédito, empréstimos, tecnologia financeira.

Sem comentários

Muito obrigado por deixar sua opinião ela e muito importante.